Desenvolver a atenção

Aonde quer que sua atenção focalize,
Nesse mesmo ponto,
Experiencie.


Nessa técnica, primeiramente você precisa desenvolver atenção. Você precisa desenvolver um tipo de atitude atenta, só assim essa técnica se tornará possível, assim então onde quer que sua atenção ilumine você pode experienciar: você pode experienciar a si mesmo.

Apenas olhando para uma flor, você pode experienciar a si próprio. Então olhar para uma flor não é somente olhar para uma flor, mas para o observador também; mas somente se você conhece o segredo da atenção.

Você também olha para uma flor e você pode achar que você está olhando para a flor, mas você começou a pensar sobre a flor, e a flor é perdida. Você não está mais lá, você foi para um outro lugar, você foi embora. Por atenção significa que quando você está olhando para uma flor, você está somente olhando para uma flor e não fazendo nada mais; como se a mente tivesse parado, como se agora não houvesse mais nenhum pensar e somente uma simples experiência da flor presente lá...

Atenção significa um alerta silencioso sem nenhum pensamento interferindo. Desenvolva isso. Você pode desenvolver isso apenas fazendo-o; não existe outra maneira. Pratique-o mais e você irá desenvolvê-lo. Nada fazendo, em qualquer lugar, tente desenvolvê-lo.

Você está viajando num carro, ou num trem. O que você está fazendo lá? Tente desenvolver a atenção; não desperdice tempo. Por meia hora você estará no trem: desenvolva a atenção: Apenas esteja lá presente. Não pense. Olhe para alguém, olhe para o trem ou olhe para fora, mas seja o olhar, não pense em nada. Pare de pensar. Esteja presente e olhe. Seu olhar se tornará direto, penetrante e de toda parte seu olhar será refletido de volta e você ficará cônscio do observador.

Você não está cônscio de si mesmo porque há uma parede. Quando você olha para uma flor, primeiro seus pensamentos alteram seu olhar; eles dão sua própria cor. Então esse olhar vai para a flor. Ele retorna, mas então novamente seus pensamentos dão a ele uma outra cor diferente. E quando ele retorna nunca encontra você presente. Você foi para algum outro lugar, você não está lá presente.

Todo olhar retorna; tudo é refletido, respondido, mas você não está lá presente para receber isso. Então esteja lá para recebê-lo. O dia todo você pode tentar isso em muitas coisas, e pouco a pouco você irá desenvolver a atenciosidade. Com essa atenciosidade faça isso:

Onde quer que sua atenção focalize,
Nesse mesmo ponto,
Experiencie.

Então olhe para algum lugar, mas simplesmente olhe. A atenção iluminou-se, e você irá experienciar a si próprio. Mas a primeira exigência é ter a capacidade de estar atento. E você pode praticá-la. Não há nenhuma necessidade disso tomar um tempo extra.

O que quer que você esteja fazendo; comendo, tomando banho, de pé sob o chuveiro; apenas esteja atento. Mas qual é o problema? O problema é que fazemos tudo com a mente, e estamos continuamente planejando para o futuro. Você pode estar viajando num trem, mas sua mente pode estar organizando outras viagens; programando, planejando. Pare com isso.

Um monge zen, Bokuju, disse, Essa é a única meditação que conheço. Enquanto como, eu só como. Enquanto caminho, eu só caminho. E quando sinto sono, eu durmo. O que quer que aconteça, acontece. Eu nunca interfiro .

Isso é tudo que há; não interfira. E o que quer que aconteça, deixe acontecer; simplesmente esteja lá presente. Isso irá lhe dar atenciosidade. E quando você tiver atenção, essa técnica está em suas mãos...

Aonde quer que sua atenção ilumine,
Nesse mesmo ponto,
Experiencie.

Apenas lembre-se de você mesmo.

Há uma razão profunda devido a qual essa técnica pode ser de ajuda. Você pode jogar uma bola e atingir a parede; a bola irá retornar. Quando você olha para uma flor ou para um rosto, uma certa energia está sendo lançada; seu olhar é energia. E você não está cônscio que, quando olha, você está investindo alguma energia, você está lançando alguma energia. Uma certa quantidade de sua energia, de sua energia de vida, está sendo lançada.

Eis porque você se sente exaurido após olhar na rua o dia todo: pessoas passando, anúncios, a multidão, as lojas. Olhando para tudo você se sente exaurido e então você quer fechar seus olhos para relaxar. O que aconteceu? Por que você está se sentindo tão cansado? Você esteve jogando fora energia.

Buda e Mahavira ambos insistiam que seus monges não deviam olhar demais; eles deviam se concentrar no chão. Buda diz que você só pode olhar até adiante de seus pés. Não olhe para lugar nenhum. Olhe somente para o caminho onde você está se locomovendo.

Olhar quatro pés adiante é o bastante, porque quando você caminhou quatro pés, novamente você estará olhando a distância de quatro pés adiante. Não olhe mais do que isso, assim você não irá desperdiçar energia desnecessariamente.

Quando você olha, você está lançando uma certa quantidade de energia. Espere, fique silencioso, permita essa energia retornar. E você ficará surpreso. Se você permitir a energia retornar, você nunca irá se sentir cansado. Faça isso. Amanhã de manhã, tente-o Seja silencioso, Olhe para algo. Fique em silêncio, não pense nisso, e espere pacientemente por um simples momento; a energia retornará; de fato, você pode ser revitalizado.

As pessoas me perguntam continuamente. Eu continuo lendo continuamente, assim eles me perguntam, "Por que seus olhos ainda estão ok? Você devia estar usando lentes há muito tempo ".

Você pode ler, mas se você está lendo silenciosamente sem nenhum pensamento, a energia retorna. Ela nunca é desperdiçada. Você nunca se sente cansado. Por toda minha vida eu estive lendo doze horas por dia, às vezes até dezoito horas por dia, mas nunca senti nenhum cansaço. Nunca senti nada em meus olhos, qualquer cansaço.

Sem pensamento a energia retorna; não há nenhuma barreira. E se você estiver lá presente para reabsorvê-la, e essa reabsorção é rejuvenescedora. Ao invés de seus olhos se sentirem cansados eles ficam mais relaxados, mais vitalizados, repletos de energia.

Osho, em "The Book of Secrets"
Imagem por shioshvili

5 comentários

  1. Quando você toma consciência que seus pensamentos distorcem a natureza das coisas você então tenta controla-los. Sem a meditação esse controle é nulo, se torna confusão; com a meditação essa atitude atenta floresce, e então cada experiência é um universo de incríveis detalhes.

    ResponderExcluir
  2. Taí uma coisa MUITO difícil. Você olha para algo e imediatamente começa a pensar naquilo.

    É muito, muito, muito difícil!

    ResponderExcluir
  3. Olhar e vivenciar é melhor que todo e qualquer pensamento que se possa ter. A experiência é realmente vida!

    ResponderExcluir
  4. Obter a atenção realmente não é facil, nos pensamentos rapidamente fazem um longo passeio e quando voltan ja não nos damos conta mais doque estavamos a fazer... Eu gostei muito desse pensamento, e vou meditar bastante nele para eu conseguir ser mais atenciosa...

    ResponderExcluir
  5. muuuiiito obrigado por esse texto!
    já está nos favoritos

    obg mesmo

    ResponderExcluir